Tenha uma alimentação saudável na pandemia

alimentação saudável

Tenha uma alimentação saudável na pandemia

Hoje é difícil falar que dá para seguir uma dieta com uma alimentação saudável. Principalmente agora em que a ansiedade latente não existe mais, atualmente está escancarada. E para onde a grande maioria das pessoas vão quando estão ansiosas? Hãn, hãn? Para a geladeira ou para a despensa não é mesmo?!

As dietas regradas de muitas pessoas – pelo menos aquelas que conseguem realizar uma – não seguiram uma continuidade na pandemia.

É muito difícil fazer dieta sem restrições de isolamento social, imagina ter uma alimentação saudável em meio a todas essas circunstâncias que vivemos hoje…

Uma alimentação saudável é essencial

O que você deve comer, é comida de verdade. É simples, quando estiver na frente de um prato pense, o que eu vou comer é de origem da natureza ou foi criado pelo ser humano? Você sempre precisa dar a preferência para os alimentos in natura, ou seja, que vieram da natureza.

É de fundamental importância você optar por manter uma alimentação saudável. Um organismo saudável é aquele que exerce todas as suas funções equilibradas.

E para obter o funcionamento correto do nosso corpo, é indispensável uma alimentação saudável. Sendo de relativo valor para a prevenção de muitas patologias.

Como mudar para um cardápio mais saudável?

Muitas pessoas sabem que ingerir alimentos saudáveis são importante, e também sabem que consumir alimentos de menor qualidade nutricional, faz mal.

Mas mesmo assim, continuam comendo hambúrguer, batata frita, enlatados, embutidos, alimentos gordurosos e acabam exagerando no sal e no açúcar. Nesses casos é bom praticar uma reeducação alimentar e procurar evitar tudo que não faz bem.

Você pode incluir ao seu cardápio diário mais frutas, verduras, raízes, legumes, grãos, carne de boi, carne de porco, carne de frango, carne de peixe, ovos, leite, iogurte natural sem açúcar, oleaginosos e alimentos integrais.

Esses grupos alimentares citados são ricos em substâncias que contribuem com a nutrição das células e tecidos do nosso organismo, e são responsáveis por fortalecerem o sistema imunológico.

Uma reeducação alimentar mais saudável

Para se obter sucesso na reeducação da sua alimentação, a principal recomendação é manter uma boa variedade de alimentos na sua dieta. Você deve garantir que em toda refeição tenha os nutrientes essenciais necessários para o bom funcionamento do seu organismo.

Evitar alimentos industrializados, que possuem corantes, aromatizantes, realçadores de sabor, gordura trans, xarope de frutose e aditivos viciantes.

E como você vai saber se alimento possui esses itens? A regra é clara! Leia atentamente a lista de ingredientes do produto. Caso você encontre nomes de itens que não são comida, não são saudáveis.

E mais uma coisa, a ordem dos ingredientes é decrescente, ou seja, do maior para o menor. Caso a proporção de um item citado, como o açúcar por exemplo, vier em primeiro lugar, mostra que ele é o de maior quantidade inserido no produto. Fique de olhos bem abertos!

Ingira bastante líquido regularmente

Que o nosso organismo é composto por aproximadamente 70% de água você já sabe. Mas entender os seus papéis na manutenção da nossa saúde, pode esclarecer o fato de que você não pode negligenciar o cuidado com a sua hidratação.

Componente fundamental de todas as células do nosso organismo, a água ajuda a regular a temperatura corporal e o funcionamento dos órgãos. Consegue eliminar toxinas contidas em nosso corpo ajudando na lubrificação de mucosas. Também é um grande solvente natural, agindo como um veículo de transporte de nutrientes.

O seu consumo ideal segundo ao Ministério da Saúde, é de aproximadamente dois litros de líquidos por dia. Sucos, chás e frutas entram neste cardápio, porém, a água pura é a mais indicada.

Uma alimentação saudável sem exageros

Alimentar-se bem e com regularidade é essencial para uma boa qualidade de vida. Preservar o controle de horário e a ingestão correta de nutrientes no café da manhã, almoço e janta é importantíssimo. Controlar o seu peso, limitar a ingestão de sódio de 4 gramas de sal ao dia…

Mas vamos a relevância… Uma das coisas mais importantes nesse isolamento é não fumar e não abusar na ingestão de álcool. Não fume, já existem tratamentos medicamentosos e naturais disponíveis para acabar com a dependência de nicotina. O tabagismo aumenta muito o risco de doenças graves de coração e pulmão, como o câncer. E só agravam os sintomas do coronavírus.

As bebidas alcoólicas são mais aceitas socialmente, mas ainda assim, são caracterizadas como drogas lícitas. Seu uso abusivo é tóxico para o cérebro, e a ingestão excessiva aumenta o risco de doenças graves. Então maneirar é de suma importância, duas taças de vinho, ou uma latinha de cerveja por dia é o essencial.

Mas fico por aqui, nos vemos em outro artigo

0